MAXTRAVEL 2020 - FUNDOS 01.png
FOZ_DO_IGUAÇU_02.jpg

PONTOS TURÍSTICOS

CATARATAS DO IGUAÇU

Visitar as Cataratas do Iguaçu é uma experiência unica, através de uma caminhada em trilhas no meio da mata e a proximidade iminente da imensidão das quedas d’água do Rio Iguaçu.

As Cataratas do Iguaçu recebem anualmente mais de 1 milhão de visitantes, sendo mundialmente reconhecidas pela sua beleza. Localizadas dentro do Parque Nacional do Iguaçu, na fronteira entre Brasil e Argentina (nas cidades de Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú), possui uma estrutura qualificada para os turistas, com centro de visitantes, restaurante, ônibus internos, lojas de lembranças, praça de alimentação e trilha de caminhada para acesso às quedas. No lado do Brasil, iniciamos o passeio com o deslocamento de ônibus, do Centro de Visitantes até o início da trilha, durante este trajeto existem paradas para os passeios adicionais. A trilha é realizada a pé, por um trajeto no meio da mata, com espaços abertos para observação das Cataratas do Iguaçu em alguns pontos do percurso. No final da trilha, existe uma passarela de observação que completa o passeio, chegando até o ponto conhecido como “Garganta do Diabo”.

USINA HIDRELÉTRICA DE ITAIPU

A Usina Hidrelétrica de Itaipu é um dos projetos de engenharia mais ambiciosos do mundo. Uma usina que fornece 16,4% da energia consumida no Brasil e abastece 71,3% do consumo paraguaio. Construída para reter o curso do Rio Paraná, a barragem é uma imensa estrutura de concreto de oito quilômetros de comprimento por 167 metros de altura, que contorna o reservatório da Itaipu Binacional e sobre a qual estão instalados os dutos e as unidades geradoras de energia elétrica. 

PARQUE DAS AVES

No local é possível ficar muito próximo de diversas aves, entre tucanos, araras, guarás, flamingos e papagaios. O passeio é feito por uma trilha calçada e de fácil acesso, com 1,5 km de extensão, em meio à rica e exuberante Mata Atlântica.

Com três viveiros de imersão, você vai se sentir no habitat natural de aves nativas da Mata Atlântica. Vai conhecer a jacutinga e o mutum-de-alagoas, observar o incrível tucano e seu enorme bico, e vivenciar um bando de quase 100 araras voando por sobre sua cabeça.

Há muito para sentir e apreciar, a beleza está em todos os lados e é isso que nos motiva todos os dias a trabalhar pela preservação da fauna e da flora. Acolhemos aves que não possuem mais condições de continuar na natureza e as mantemos em um ambiente onde possam viver felizes.Ao longo deste passeio extraordinário você também encontrará harpias, corujas, papagaios e até répteis, como jacarés, sucuris e jiboias. Já ao final, tire uma foto cercado por araras.

TEMPLO BUDISTA

O Templo Budista fica localizado em uma privilegiada região alta da cidade, onde pode se ter uma visão de parte do centro da cidade de Foz do Iguaçu e de Ciudad del Este (Paraguai). A beleza do local permite um contato mais próximo com a filosofia Budista, e um momento de descanso durante a viagem.

O local foi construído em 1996, e hoje, nos jardins do templo existem mais de 120 estátuas, cada uma com o seu significado, sendo os destaques, uma estátua de Buda de 7 metros de altura, e um templo que cria um ambiente bastante especial para o local.

 

FOZ DO IGUAÇU

Localizada no extremo oeste do Paraná, a cidade de Foz do Iguaçu faz fronteira com Paraguai e Argentina. É comum ver o lugar entre as ofertas de pacotes de viagem, já que "Foz", como é conhecida, é tida como um paraíso para o turista brasileiro. Conhecida por sua diversidade, Foz do Iguaçu não só conta com diferentes cenários naturais, como também com atrações turísticas para todos os gostos e distintas influências culturais. Entre as opções do que fazer na cidade, há sugestões de visita às Cataratas do Iguaçu - um conjunto de cerca de 270 quedas d'água e ao Parque das Aves, onde é possível ter contato direto com mais de mil aves, de 150 espécies diferentes. Também vale conhecer o Vale dos Dinossauros e o Templo Budista do lugar.

press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
1/1
shutterstock_795649972-e1550390882768.jp
GASTRONOMIA 2020.png

GASTRONOMIA

COMIDAS QUE VOCÊ ENCONTRARÁ NA TRÍPLICE FRONTEIRA

 

Uma das vantagens de viajar para Foz é que aqui possui todo tipo de comida, permitindo ao seu paladar provar as mais diferentes DELÍCIAS da gastronomia internacional.

Desde restaurantes chiques e refinados, a pastéis enormes e nada delicados, suas opções aqui se tornam inúmeras. Mas há coisas que só a tríplice fronteira te permite comer.

SHAWARMA

Essa delícia da cidade é preparada por árabes de verdade, mas o que é um shawarma?! Ele é, nada mais e nada menos do que, um pão árabe recheado com uma deliciosa carne (ou frango) entre outras coisas que possuem um sabor totalmente diferente dos temperos que usamos normalmente no Brasil, formando uma deliciosa e diferente combinação que conquista o coração de muitos turistas que visitam Foz.

AH! Mas não se esqueça de pedir a tradicional pasta de alho para acompanhar. Com certeza você irá me agradecer por esta dica extra. 

 

PIRÁ DE FOZ

Iguaçuenses sabem muito sobre esse prato, afinal esse é natural da região!
O prato se baseia no peixe que mais encontrado no Rio Paraná, o Surubim, que é marinado no vinho branco, e vem acompanhado de arroz e um delicioso purê de batata.

ALFAJOR ARGENTINO

Depois de tantos salgados chegou a hora da sobremesa! E nada melhor do que um alfajor, ainda mais se ele for recheado com o delicioso doce de leite argentino, que é considerado um dos melhores do mundo!

BIFE DE CHORIZO

Sabe aquela comida que conquista seu coração a primeiro deguste?! Esse é o bife de chorizo, uma das maravilhas da gastronomia, delicioso, ao ponto e preparado com perfeição é de deixar qualquer um com água na boca.

 
  • ICON 5
  • ICON 4
  • ICON 2
  • ICON 3
 
 
ThinkstockPhotos-179602867.jpg

FILME

Disponível em nosso

canal do youtube

FILME 2020.png
INFORMAÇÕES 2020.png

INFORMAÇÕES

Quantos dias ficar?

Sem delongas: três dias inteiros no mínimo – um para as cataratas brasileiras, outro para as cataratas argentinas, e mais 24 horas para Itaipu e outras atrações. No entanto, o ideal são quatro ou cinco dias completos.

Podendo ficar mais tempo não se preocupe, pois a região oferece muitas atrações. Inclusive, dá pra esticar a viagem para outros destinos do Paraguai e da Argentina.

Onde se hospedar em Foz do Iguaçu?

A rede hoteleira de Foz do Iguaçu se concentra basicamente em duas regiões: centro e Avenida das Cataratas. De um modo geral, podemos dizer que a área central é a melhor escolha pra quem faz questão de estar ao lado de bares e restaurantes, e gosta de ter várias opções de hospedagem a disposição – de hostels econômicos a hotéis quatro estrelas.

Já a Avenida das Cataras se destaca por ser o burburinho de grandes resorts e hotéis mais pomposos – daqueles que vale investir desde que você tenha tempo para fazer uso de todas as suas comodidades.

Melhor época para ir a Foz do Iguaçu

Se analisarmos cuidadosamente os dados sobre o clima em Foz do Iguaçu, chegamos à conclusão de que a melhor época para ir às Cataratas é abril e novembro. Isso porque, além de serem meses que não chove tanto, são períodos seguintes a meses de chuvas.

Ou seja, só por isso você já terá duas condições climáticas favoráveis para a sua viagem a Foz do Iguaçu: menos chance de chuva durante os passeios, e cataratas com bom volume de água.

Além disso, em abril o clima não é congelante como no inverno, e em novembro o calor ainda não está insuportável como em dezembro e janeiro.

Ainda assim, vale lembrar: não se preocupe se você só puder viajar em outros meses do ano. Afinal, não há tempo ruim para ir a Foz do Iguaçu.